Páginas

27 de março de 2015

Dia Mundial da Água: Prefeitura de Bom Jesus realiza seminário sobre a crise hídrica (Bom Jesus do Itabapoana/RJ)

Foto da Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana/RJ
A Prefeitura de Bom Jesus de Itabapoana encerra nesta segunda-feira (23/03) as comemorações do Dia Mundial da Água com um seminário no auditório do Instituto Federal Fluminense (IFF). A questão da crise hídrica pela qual passa a região foi discutida com a participação de alunos da rede municipal de ensino, professores, autoridades e a comunidade.

Logo na abertura, foram apresentadas as autoridades e o vice-prefeito Jarbas Borges falou em nome da Prefeita Branca Motta:

- As pequenas ações de cada um podem evitar crises maiores no futuro. Só pra dar uma idéia, os pecuaristas de nossa região tiveram que vender 15 mil cabeças de gado para Mato Grosso, pois não haveria água pra todo esse rebanho. Isso causou impacto na nossa economia, explicou Jarbas.

O primeiro palestrante foi o engenheiro ambiental e professor Rafael Gardoni. Ele abordou o tema “A Educação Ambiental no uso consciente da água” e um dos pontos foi a preservação da natureza:

- Apenas uma árvore da Amazônia joga mil litros de água na atmosfera por dia. A umidade forma nuvens que viram chuva, então não podemos cortar árvores nem destruir nascentes, afirmou o engenheiro.

Rafael mostrou números que devem ser levados em consideração por todos, principalmente pelos mais jovens, considerados agentes multiplicadores. No Brasil, a média diária de consumo por pessoa é de 200 litros. Um simples banho, com 15 minutos de torneira aberta, gasta 240 litros.

Dar descarga no banheiro por apenas seis segundos joga fora de dez a 14 litros e escovar os dentes sem fechar a torneira desperdiça quatro litros d’água. Uma torneira mal fechada joga pelo ralo 40 litros por dia e lavar a calçada por 15 minutos, com a mangueira ligada, consome 280 litros:

- Ninguém precisa deixar de tomar banho ou lavar sua calçada, mas é preciso fazer isso de forma racional. Vai se ensaboar? Feche o chuveiro. Limpe a calçada com a água que sai da máquina de lavar roupas ou recolhida da chuva. Se todos seguirem esbanjando como hoje, em poucos anos não haverá mais água utilizável, concluiu Rafael.

A segunda palestra foi dada pelo biólogo e professor do IFF Luiz Antônio Vieira da Silva (Luizão). O tema abordado foi “Mudança climática e seu impacto na crise hídrica”. Em seguida começou uma mesa redonda envolvendo os técnicos e os participantes, que discutiram assuntos relativos aos temas. O seminário foi uma parceria entre a Prefeitura, o Conselho Municipal de Meio Ambiente e o IFF.

Portal Prefeitura de Bom Jesus do Itabapona
23/03/2015
http://www.bomjesus.rj.gov.br/site/noticia-461

--
Observatório Soberania Ambiental
Nosso Ambiente!